quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Eu em Shakespeare.....


TEXTO A SER REVISADO!! (Agradeço a Compreensão)



Bom, além de não ser fácil refletir a própria vida se baseando em Shakespeare, acredito que seja uma grande ousadia da minha parte tentar minimamente fazê-lo, mas eu tenho esse texto ha muito guardado e, acho que expor o mesmo agora, só prova o quanto estou sendo ousada em minha vida. As vezes penso que não deveria me arriscar tanto, mas antes de jogar tudo para o alto, melhor ousar!!



Um dia você aprende (Willian Shakespeare)

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.
**Eu aprendi isso de forma triste, pois enquanto eu queria apenas dar as mãos de forma saudável, tentaram acorrentar minha alma.

E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.
**Eu não acho mesmo que amor deva significar apoiar, mas acho que significa dar apoio e, realmente algumas atitudes ,minhas e dos outros me deixam insegura nas decisões da vida.

E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.
**Aprendi que esperar retorno de alguém ou cobrar por isso não tem fundamento, pois se a pessoa que você ama não quiser estar com você, simplesmente estará em outro lugar. Não espero contratos e nem promessas, pois os contratos e as promessas podem ser quebrados, a espera pode ser angustiante e as pessoas acabam nos magoando sem mesmo saber.

E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
**Já passei por várias derrotas, todos passamos, mas o brilho das minhas vitórias se estendem não me permitindo chorar como uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
**Acredito que ainda estou aprendendo isso, é muito difícil viver sem planejar, então estou procurando trocar meus planos por sonhos, pois se não acontecerem, a “dor da não conquista” será superada mais facilmente, pois nos sonhos acordamos e voltamos à vida real.

Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.
**Isso eu já aprendi faz tempo, já que minha profissão exige que eu passe boa parte do tempo no sol, adquirindo marcas de uma vida de superação e, continuarei fazendo isso enquanto tiver que fazer sem medo de me queimar, pois outras coisas na vida machucam muito mais que queimaduras de sol.

E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam...E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso.
**Essa é uma questão difícil, esperar que alguém se importe. As pessoas geralmente pouco se importam e, nos magoamos por nos importar. Mas, o segredo é não se preocupar, não esperar nada dos outros, mas sim de si próprio, pois nossas melhorias, os primeiros a senti-las, somos nós mesmos. Quanto a nos magoar, nos ferir, isso é algo que acontece a todo o momento, com a convivência, mas essa convivência, se amortecida com carinho e afeto, com certeza resultará em perdão.

Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
**Isso é a mais pura verdade! Já guardei imensas dores, ainda guardo, mas estou fazendo o possível para me libertar delas, apenas e simplesmente, falando. É realmente difícil quando não queremos externar algo, mas se guardarmos, iremos gerar sofrimento a nós e aqueles que estão ao nosso lado percebendo nossa angústia.

Descobre que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.
**Eu já confiei e já fui traída pelo excesso de confiança, hoje ainda prefiro confiar nas pessoas até que elas provem o contrário e, uma das coisas que me causa grande arrependimento é o silêncio em que mergulho algumas vezes, perdendo oportunidade de dizer o que penso ou o que sinto.

Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
**Isso eu vivo todos os dias, pois não é que eu não tenha grandes amigos, amigos especiais com os quais posso contar, mas consegui ver excelentes amizades crescerem em meu coração tendo a distância no meio.

E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você é na vida.
**Aprendi isso com grande dificuldade. A minha fase adolescente me cegou por muito tempo e eu maltratei minhas pessoas especiais, mas no exato momento em que descobri quem eram as “ESTRELAS” da minha vida, pude descobrir quem eu realmente era e o que eu realmente poderia me tornar.

E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
**Bom, minha família me permitiu escolher muitos amigos, sem distinção nenhuma, mas os meus verdadeiros amigos são a minha própria família, meus pais.

Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.
**Quantas lembranças boas eu tenho de fazer muitas coisas e nada com meus amigos e, o que me dói algumas vezes é não esperar que eles mudem, mas eles esperarem que eu mude.

Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.
**Sim, as pessoas são levadas para longe de nós e sabemos que jamais poderemos trocar olhares com elas novamente, a não ser em nossos sonhos. Essa dor é inevitável e lembro dela todos os dias, sinto saudade todos os dias...

Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.
**Realmente podemos ser influenciados, uns mais, outros menos, mas podemos. Tento imaginar que a imaturidade de alguns os tornam mais acessíveis às influências que não são tão boas, mas tendo consciência, de forma alguma podemos negar, que somos os únicos responsáveis por nossas decisões.

Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que você mesmo pode ser.
**Eu sonho sim, em ter, em ser, mas tudo dentro dos limites daquilo que gostaria de ter e ser, daquilo que espero para minha vida sem ter que passar sobre ninguém.

Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
**É, realmente ainda não cheguei nem perto do que gostaria de ser como ser humano e, estou percebendo com tristeza, as vezes, que o tempo pode ser curto para ser aquele alguém que realmente sonhamos.

Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para ondeestá indo, qualquer lugar serve.
**As vezes sinto que não tenho lugar algum para onde ir. Não existe um caminho pleno e bem desenhado em minha frente, mas sei que cada passo meu irá desenhar uma trilha, a trilha da minha vida e, se eu seguir qualquer caminho a minha frente com meu coração, com minha razão e muita determinação, sei que chegarei ao lugar que sonhei e, ao olhar para trás sei que minha estrada estará bem delineada.

Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.
**Essa é uma das minhas prediletas. Tinha sempre uma única visão dos fatos, nem sempre positiva, pois essa é a tendência do homem – ser pessimista. Mas hoje posso dizer que consigo refletir sobre qualquer situação com paciência e muita calma, assim meus atos não irão me controlar e eu poderei agir com flexibilidade até quando seria impossível ser flexível.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.
**Eu conheço heróis, eu vivo com heróis, meus pais são meus grandes heróis e, dentro dos meus conceitos de vida eu com certeza já tive meus dias de heroína.

Aprende que paciência requer muita prática.
**Bom, sobre isso não tenho experiência para falar, pois estou conseguindo concretizar minhas ações de paciência só agora e, ainda erro muito, mas asseguro que estou tentando e aprendendo dia-a-dia. Uma das formas de praticar a minha paciência nesse momento é saber lidar com minhas insatisfações, com minhas decepções e com a imensa saudade que arrebenta com meu coração em todos os minutos do dia.

Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.
**Eu realmente me surpreendi com isso, pois no momento mais difícil da minha vida, no momento mais sofrido e turbulento, aqueles que me ajudaram foram os que eu, algumas vezes, cruelmente fiz sofrer....meus pais!

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou.
**Isso eu percebo não apenas em mim, mas observando as pessoas que passam pela minha vida, aquelas que por algum tempo permanecem e, aquelas que estarão comigo sempre e sempre. Mas também aprendi que para ter maturidade sobre determinadas situações devo me deixar viver intensamente a vida, pois além das minhas atitudes, as atitudes das pessoas mostram minha maturidade.

Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
**Isso não sei, pois além dos costumes que adquirimos dentro de nossa casa com os aprendizados dos nossos pais, o que eu mais desejo um dia é conseguir ser para um filho metade do que eles foram para mim, se isso acontecer já serei feliz.

Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
**Eu ainda sou uma criança em meus sonhos, eu acredito neles e, jamais estragaria isso em qualquer um dos sorrisos que encontro todos os dias trabalhando com crianças. Por isso sempre peço as pessoas ao meu lado que não estraguem meus sonhos, porque meu coração ainda tem a inocência de uma criança.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não lhe dá o direito de ser cruel.
**Isso é algo que eu realmente sinto, pois acho que já fui cruel, sim, cruel com as palavras. Hoje posso dizer que sei o que é ter isso de volta, pois consigo avaliar o que é uma atitude de raiva, uma atitude cruel e, por isso tenho almejado sempre aumentar ainda mais minha paciência, para que a crueldade das pessoas não doa tanto quando vier em minha direção.

Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar isso.
**Eu sei como é isso, acho que sou um pouco assim às vezes e acabo perdendo excelentes oportunidades para demonstrar o que sinto. Mas, o problema das pessoas é que esperam ter uma demonstração de amor do jeito que elas projetam em sua mente e, o esforço do outro em traduzir seu amor, seja da forma que for, geralmente não é reconhecido, pois sempre julgamos o outro nos baseando por nós mesmos e isso é um erro!

Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.
**Já perdoei erros imperdoáveis e, fiz de coração aberto. Também já fui perdoada de corpo e alma, com todo o coração, mas realmente não consigo me perdoar por algumas coisas que eu mesma fiz e, fiz a quem não merecia, fiz às pessoas que mais amo.

Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.
**Eu não costumo julgar as pessoas, tenho meus princípios e acho que cada um tem os seus e segue os seus. Só acho que o pior nessa frase é quando você é condenado por algo que não fez.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.
**Eu também sei disso! Eu já tive meu coração despedaçado, mas não sinto mais isso hoje. O mundo realmente não parou para que eu recolhesse os caquinhos, mas fiz sozinha, colei tudo e com “super cola”. Hoje meu coração apenas dói, e dói, porque o único abraço que eu queria nas horas mais difíceis, sem desmerecer minha família claro, eu não tenho. O olhar está longe. O sorriso está na lembrança. O beijo fica sempre na saudade.

Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.
**Pois é! E, ás vezes, como seria bom se ele pudesse voltar para transformarmos nossos erros em acertos, nossos arrependimentos em novos sonhos, nossos momentos felizes breves em momentos felizes eternos.

Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
**Eu não sou o exemplo do alto astral e da alto estima, mas eu estou plantando meu jardim, estou decorando minha alma com muito carinho e, não espero que ninguém me traga flores, pois a espera frustra e esgota nossa esperança.

E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais.
**Eu sei o que é suportar, a maioria de nós aparentemente sabe. Já suportei a dor no corpo, na alma, no coração, na mente, faz parte dos trajetos da vida. E, também já suportei dores e pensando que não ia conseguir e não ia poder mais aguentar, mas consegui! E, tive os abraços daqueles que me fizeram enxergar que eu poderia ir mais além. E garanto, são os únicos abraços que me deixam realmente segura, que me deixam feliz, que me aceitam em qualquer condição, que acreditam e confiam em mim no que faço e no que posso ser, são os únicos abraços sinceros que tive até hoje, os abraços dos meus pais.

E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!
**A minha vida e as demais vidas ao meu redor têm imenso valor para mim. Valorizo, mesmo sentindo que as vezes não tenho isso de volta. Acredito demais no ser humano e isso tem grande significado para mim, porque aprendo uma coisa diferente a cada dia com cada pessoa que atravessa meu caminho. Aprendo com os que passam e aprendo com os que ficam e, apenas espero que alguém possa aprender algo comigo.

Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.
**Eu cansei de me omitir atrás da dúvida e num determinado momento resolvi apenas tentar, sem pensar em dúvidas ou consequências e, só tenho a dizer que aprendi muito e, se as consequências não forem exatamente da forma como eu desejo eu ainda terei a felicidade de ter tentado em meu coração.

Beijos a Todos!!
Boa Tarde!!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Decepção? Não....fato!!

Eu ainda penso nas decepções que aconteceram....e isso piora quando elas insistem em me acompanhar!!!

Entre uma decepção e outra, que tal uma pausa para aprender?
Tem época na vida da gente que parece que os encontros 'amorosos' são mais uma provocação do que uma oportunidade de se sentir satisfeito e feliz... Assim, vamos contabilizando decepções e desacreditando na possibilidade de viver uma experiência positiva e motivadora.
Quando isso acontece, creio que o melhor seja parar. Uma pausa para aprender. Ou melhor, antes apreender. Perceber o que está acontecendo, quais são nossos verdadeiros desejos e quais tem sido nossas atitudes para torná-los concretos.
Muitas vezes, fazendo uma análise mais justa e desapegada, sem assumir nenhum papel, nem o de vítima das armadilhas da vida, nem da sacanagem dos outros e nem o de culpado, como se tudo o que fizéssemos estivesse definitivamente errado, terminamos descobrindo que há alguma incoerência nisso tudo.
Só que para isso precisamos de tempo... e principalmente de coragem para admitir limitações, assumir pensamentos negativos e confiar mais na sabedoria da vida e seu ritmo. O que acontece, no entanto, é que a maioria de nós não quer esperar, não quer refletir. Tem apenas um único pensamento que alimentamos o tempo todo: quero namorar, quero ter alguém!!!
Será que estar com alguém é o mesmo que estar feliz? Pode ser que sim, mas pode ser que não... e se por qualquer motivo você não tem ficado com quem deseja, talvez seja o momento ideal para um intervalo, tão útil entre uma decepção e outra...
Tempo de se observar, de observar as pessoas e ouvir o que elas dizem. Tempo de aprender, crescer, ter uma nova conduta, desenvolver uma nova postura. Aguardar até que a vida lhe mostre qual é o melhor caminho a seguir... mas para ver, você precisa estar atento... sem tanta ansiedade, sem tanto desespero para tentar fazer com que as coisas aconteçam do jeito e na hora que você quer...
E se nenhuma resposta vier, talvez signifique que você precisa ver e ouvir com o coração. Respeitar o silêncio. Aceitar a ausência de quem você tanto deseja encontrar... Talvez não haja uma resposta e nem haja uma explicação.
Às vezes, simplesmente não existem respostas nem explicação. Apenas a vida. Apenas as pessoas. Apenas o mundo. Apenas a dor e o amor. Apenas... E se insistirmos em não aceitar, em brigar, em nos rebelar, em nos revoltar... conseguiremos tão somente mais dor... e menos amor. Aceite que você não tem o controle, que você não pode decidir sozinho, que o universo tem seu próprio ritmo. Faça o que está ao seu alcance; faça a sua parte... e bem feito; da melhor maneira que puder...
E o que não puder, entregue e espere... porque embora diga sabiamente a música "quem sabe faz a hora, não espera acontecer", tem ocasiões nesta vida em que quem sabe espera acontecer e respeita a hora de não fazer... até que um dia, o amor de repente acontece... porque seu coração estava exatamente onde deveria estar para ser encontrado!
(Rosana Braga)


"Abençoado é o homem que nada espera, pois ele nunca se decepcionará." (Alexander Pope)

"As vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas... O tempo passa... e descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais!" (Bob Marley)

"Devemos aceitar a decepção finita, mas nunca perder a esperança infinita." (Martin Luther King)

"Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito". (William Shakespeare)

"O homem se faz forte quando se decepciona". (Fito Páez)

"Quando alguém encontra seu caminho precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decepções, as derrotas, o desânimo são ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada". (Paulo Coelho)

Mas....enfim...ou no final das contas (contas as vezes mal acertadas)....DECEPÇÃO não mata...."ensina a viver"....e eu aprendo com minhas atitudes e decisões a cada dia....especialmente diante da minha opção de silêncio.....Aprendo que quanto mais tento não decepcionar as pessoas....mais sou..."ensinada a viver"...Creio que não precisava aprender algumas coisas da forma que estou aprendendo (cruel e dolorosa)....mas isso simplesmente acontece...e tenho certeza que com muitos!!

Abraços a todos!!
Boa Tarde!!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Seja SEMPRE Bem Vindo(a)....e útil....e inteligente!!

GOSTO DE RECEBER AQUI....CARINHOSAMENTE....DIVERSAS PESSOAS....

ACREDITO QUE MEU BLOG SERVE PARA ISSO....RECEBER PESSOAS INTERESSADAS EM LER MEUS TEXTOS....QUE NÃO SÃO EXCEPCIONAIS...TÃO POUCO BASEADOS EM ALGUM TIPO DE ESCOLA LITERÁRIA...NÃO TENHO ESSE DOM!!...É APENAS MINHA VIDA ESCRITA DE FORMA SINCERA....AS VEZES ENGRAÇADA....OUTRAS TRISTE....MAS MINHA VIDA NUM GRAU DE EXPOSIÇÃO QUE ME PERMITO...(MAS NÃO PERMITO QUE OUTROS ME EXPONHAM)

POR FAVOR....SE NÃO TIVER ALGO ÚTIL A ESCREVER COMO UM COMENTÁRIO OTIMISTA....LEIA E NÃO ESCREVA NADA.....PORQUE AQUI NÃO E PARA TROCA DE RECADOS ANÔNIMOS OK!!?? ALGUÉM QUE TENHA O MÍNIMO DE INTELIGÊNCIA SABERIA DISSO. ENTÃO, COMENTÁRIOS INDISCRETOS SERÃO APAGADOS!!

GRATA....

JULIANA.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O "Meu" Homem Ideal

Já imaginou se pudéssemos anunciar homens no jornal? Não na sessão de vendas é claro, mesmo porque se alguma mulher estiver vendendo um homem por aí, boa coisa não deve ser (rsrs). Homem é um "produto" que se encontra em escassez no mercado atualmente, pelo menos aqueles que possuem algum valor moral – e digo isso sob a ótica de uma mulher que possui valor moral (então não venha me dizer que mulher não tem valor moral também, pois pertenço ao grupo ético, das que seguem a risca valores socialmente corretos). Bom, seria muito interessante se pudesse ter uma sessão de “PROCURA-SE”, tipo, procurando homens, em que se coloca o perfil desejado e anuncia. Claro que essa sessão, que poderia ser numa revista própria, jornal, net, qualquer veículo eficaz de comunicação, deveria ser beeeem “acreditável” (vamos destacar a palavra), pois existem por aí anúncios aos montes a procura de homens, mas em grande maioria são uma piada e, a busca final é sempre sexo!!! Então, enquanto eu viajava, mais uma vez ou como sempre, em meus pensamentos, fiquei refletindo sobre a possibilidade de poder anunciar a minha idealização do sexo oposto (hum...que profundo....rsrs). De início digo que jamais começaria esse anúncio com um “PROCURA-SE”, porque na verdade não estaria, de fato, procurando alguém (isso seria desesperador), mas vendo a possibilidade de alguém se encaixar num perfil "montado" por mim. De qualquer forma, eu não teria como comprovar a essência da existência desse "ser imaginado", a não ser conhecendo o indivíduo. Então, não estaria literalmente procurando um parceiro, mas alguém que se adequasse a um perfil pré-determinado (por mim). Particularmente, acho que uma coisinha aqui não seria possível, pois penso que quando descrevemos algo - no caso estaria descrevendo como penso um homem ideal - a escrita fica distante da realidade. E, o mesmo ocorre com o homem que vai ler o tal anúncio. Ele terá uma idealização muito particular do que é tudo aquilo que o anunciante está descrevendo e, por estar num nível de imaginação, pode se ver nos moldes exatos daquele perfil e, nem ser na verdade, parecido com aquele homem idealizado. É uma questão de lingüística, bastante complexa, que não cabe discutir aqui! Enfim, sem o “PROCURA-SE”, inicio meu texto intitulando-o: “O MEU Homem Ideal”. Exato! Não é de mais ninguém, é MEU! E, se, ME procurasse por se enquadrar no perfil que EU descrevi, e além disso, alguma coisa desse certo, seria MEU também. Nossa que coisa possessiva....(rsrs), mas não é no sentido de contrato não, apenas falo de alguém que atendesse minhas requisições, expectativas e ainda “batesse os santos comigo”. Isso seria.....o máximo!!! E, sem mais delongas, é melhor ir à descrição deste homem (imaginado).
“O MEU Homem Ideal”: fisicamente não sou do tipo exigente, mas acho que todos ou a maioria diz isso. O que quero dizer é que, não vou olhar mais ou menos para um homem se eu puder contar quantos músculos ele tem nas pernas e no abdome, ou se o cabelo dele voa mais ou menos com o vento, ou ainda se ele faz tratamento de pele e manicure. Acho importante que um homem se cuide, que goste de se arrumar, que esteja sempre cheirando bem, que tome quantos banhos forem necessários por dia para isso, que se vista como se sente bem, mas tudo isso....sem muita frescura. Não gosto de homens altos....com 1,60 de altura (que tenho) eu contra-indicaria o envolvimento com alguém com mais de 1,90....certamente poderia gerar torcicolo, ou logo não haveria mais beijos por causa da distância (rsrs). Também não me sinto amplamente atraída por loiros....e nem tenho motivos para isso (nada pessoal!). Gosto, corporalmente falando, de costa – ou como eu deveria dizer: de homens com dorso bem desenvolvido, obrigada! Não precisa ser musculoso não, eu nem tenho fetiche por esse tipo físico, apesar de ser da área da atividade física, mas gosto de costa ampla para eu abraçar (rsrs). Gosto de homem que converse, mas não de tagarela...discutir novela não seria um assunto muito interessante para mim! O diálogo é essencial e sem ele, não há mulher que sobreviva com homem nenhum do planeta, pois falar é uma dádiva, dialogar muito mais e, se tem essas condições, usar seria de bom grado. Prefiro, sem sombra de dúvida, que seja mais jovem que eu – é pré-requisito (rsrs)! Aos poucos vou aprendendo que a nossa idade vem muito mais de nossa alma, de nosso interior, do que do número de velas que você apaga no parabéns. Já aprendi coisas interessantíssimas com pessoas mais jovens, simplesmente porque os meus 28 anos ainda não me ensinaram tudo, tão pouco meus 80 terão me ensinado daqui a 52 anos!! Maturidade.....isso sim conta. Como ver a vida, levar a vida, viver a vida, fazer a vida, apreender a vida....um homem tem que ter maturidade, porque já me disseram que eu tenho uma cabeça de 45 anos...(rsrs)...sem maturidade seria difícil lidar comigo!! Não ligo se ele tem um número expressivo de cabeças de bois, ou se tem uma bicicleta....essa parte realmente é bem irrelevante, mas é bem difícil também que duas pessoas de planetas tão distintos consigam viver bem juntas sem enfrentar “os problemas”. Então, se for para entrar em outra realidade, que se vá e fundo (como o Jake Sully em Avatar.....que lindo né!?...rsrs). Certo, não precisa de grandes atributos financeiros, mas precisa trabalhar, ou pelo menos buscar isso, ter objetivos, porque eu não quero que alguém me sustente e não pretendo sustentar ninguém (rsrs)! Preciso de atenção, e como preciso! Sou do tipo que gosta de coisas simples e, acima de tudo, gosto que sejam feitas. Não acredito na rotina, pois somos nós que a fazemos e cabe a nós torná-la diferente....especial, homem que cai na rotina está descartado!! Tudo que vem de coração, qualquer gesto que chegue carinhoso, já me agrada.....qualquer um....o menor deles....e guardo com muuuuito cuidado e atenção em dobro. Sou atenciosa e as pessoas têm isso de mim sem cobrar – quando há cobrança, minha atenção morre! Sou carinhosa e romântica, mas guardo isso para o MEU homem ideal, não saio por aí vivendo apaixonites e romances infundados. Então, atencioso e inovador, fazem parte da minha lista para o perfil requerido. Não gosto de ciúmes exagerado, mas acredito que ter um pouco de ciúmes é natural, eu tenho!! Um homem no estilo familiar, que seja atencioso e carinhoso com seus pais, outras pessoas da família e amigos, me deixaria muito satisfeita!! Alguém que seja eclético, sem exposição e sem extrapolar; que seja autêntico, sem ser exibido; que seja um bom cozinheiro, porque eu não gosto muito de cozinhar; que goste de crianças, porque mesmo não tendo desenvolvido meu espírito maternal (agora), eu adoro crianças e posso um dia ser mãe; que goste de andar de bicicleta, correr e nadar, mas não precisamos participar de provas de triathlon não; alguém que goste de rir, contar piadas (construtivas e inteligentes, por favor); alguém com a gentileza e a sensualidade para as horas certas; alguém que queira crescer, que tenha sonhos, que compartilhe sonhos e que sonhe meus sonhos comigo......Ahhhhh....quanta coisa né??.....É o homem que não existe...nem Hércules acho que conseguiria ser tudo isso....(rsrs). Mas claro, pois só temos qualidades aqui!!....Seria perfeição demais e, perfeição não existe também. Essa pessoa terá defeitos e, estes defeitos serão alguns aceitos, outros não, alguns melhorados, outros não, vai importar mesmo a maneira de avaliar e lidar com isso. Então, eu aceito defeitos de fábrica também (rsrs). Caso algum homem se enquadre nesse perfil, ou gostaria de tentar se encaixar nesse perfil.....saiba que já é excepcional por tudo isso, pois trata-se de uma lista ampla e exigente.....Mas, eu NÃO estou à procura de ninguém. É que JÁ TENHO alguém quase na minha medida exata – estamos fazendo trabalho de equipe para os descompassos e interesses diferentes....(rsrs).....Mas acredite, se eu estivesse sozinha, que não é a ocasião, teria imenso prazer em conhecer alguém assim, imaginado e projetado pela minha fértil mente pensante (rsrs). Um grande abraço e, tenho certeza que irá encontrar uma pessoa surpreendente, todos vamos.....Juliana.

E esse seria meu anúncio!! Ia comprar a notícia principal da revista, ou a sessão "momento mulher" de algum jornal, mas não importa, ia anunciar MEU homem ideal assim – que na verdade não é MEU homem ideal, pois não preciso de um, e sim "O" homem ideal que muitas mulheres gostariam de ter. Seria um anúncio apenas para mostrar que buscamos sempre as qualidades, e esquecemos que as pessoas também têm defeitos. Se não soubermos, administrar e dialogar sobre as deficiências e necessidades de cada um, não haverá homem ideal que preencha currículo algum. Contos de fadas são contos de fadas, possuem vilões, e lutas, e espadas, mas sabemos que o final será sempre feliz. A vida real pode não ter vilões, lutas ou espadas, mas também nem sempre tem final feliz. Só penso que um “final feliz” – o que eu chamaria de uma vida plena – pode ser um objetivo, mas que o meio para que ela se concretize precisa e deve ser sempre muito esclarecido. É um constante emaranhado de situações adversas e diversas, um misto de alegrias e tristezas, um sem fim de sensações diárias que nos confundem mais e mais.....nosso único norte? Diálogo! No fim de tudo, O homem ideal é aquele que conhece o diálogo!

A palavra é o meu domínio sobre o mundo (Clarice Lispector)

Sou um monte intransponível no meu próprio caminho. Mas às vezes por uma palavra tua ou por uma palavra lida, de repente tudo se esclarece (Clarice Lispector)

Por vezes a palavra representa um modo mais acertado de se calar do que o silêncio (Simone de Beauvoir)

Beijos!!
Boa Tarde!!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Palavras....presas.....

E mais uma vez o desejo de "escrever" ficou no rascunho!!!!


Beijos!!
Boa Noite!!


segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Um pouco de PUBLICIDADE....Linda e "Descalça"....

Bom....eu adoro os textos dessa "menina".....e como ela mesmo se descreve...."Dayane Mendes - Esposa do Rafa, amante da Psicologia, apaixonada por literatura, viciada em leitura e cabeça dura por natureza".....já simpatizei desde o início com seus interesses e sua auto avaliação.....Bom...mas hoje li um texto interessante....dentre tantos outros que leio em seu blog....não escrevo como ela...e talvez nunca consiga....mas tenho uma grande admiração pelo seu "toque de divã"....nos textos dos mais variados assuntos.....Aí vai então o texto que ela escreveu no dia 31/01/2010....aproveitem e leiam outros textos dela....vale a pena....


Este outro é muito legal.....aproveitem também....

Agora chega porque eu nem pedi autorização para ela para coloca esses textos aqui.....corro o risco de ter que tirá-los ou ainda pagar os direitos autorais requeridos!!....rsrs....

Abraços especiais a você Dayane....linda e "descalça"!!

Beijos!!
Boa Tarde!! 

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Sentimento tímido!!


Antes de começar, um texto igual a esse foi escrito em OUT/2009, mas hoje reescrevo em outra situação, escrevo inspirada em alguém...Está modificado, porém é fruto da mesma idéia, dedicado ao mesmo sentimento, que naquele momento foi apenas explicado e hoje está sendo sentido!!

O amor é um sentimento que desconhece as conseqüências que ele próprio nos causa, claro, em minha opinião!! Também desconhece outros coisas que somos capazes de sentir, pois se o amor conhecesse a tristeza, ou a saudade, nunca deixaria elas causarem os estragos que causam em nossos corações. Mas, apesar disso, acredito que o amor é um sentimento sábio e conhecedor do tempo - pode não andar às vezes no mesmo ritmo, mas faz o possível para descobrir o tempo de cada um. O tempo, seja ele curto ou longo, nos possibilita ver o que é um grande e intenso sentimento, nos possibilita sentir o que o amor é capaz de fazer. Só ele nos mostra o que é conhecer o desconhecido, desvendar o que é inevitável, descobrir o que está escondido ali esperando ser descoberto, sentir o que apenas se imaginava, mas nunca havia sentido assim da forma que se sente. O tempo, quando trato aqui de amor, compreende distâncias, ausências e longas datas, mas se for só uma paixão, não há espaço para tempo, pois um coração apaixonado não entende o tempo, não entende a distância, não entende a saudade, ele apenas palpita....vive em palpitações intermináveis quando tudo é novo. Mas, tempo e amor juntos, podem ser insistentes e percorrer toda a alma para tentar tranqüilizar corações distantes que passam algum tempo sem se ver, sem se tocar e...depois de certo amadurecimento, obviamente....creio até que seja possível entender a expressão dar tempo ao tempo que cai aqui como uma luva. Então, amor - para mim - é algo que não se explica, apenas se sente. Eu sinto, mas não sei explicar e, realmente não sei epxlicar como e nem porque. Sinto inclusive, demais...as vezes mais do que deveria...e outras vezes me pergunto se as pessoas merecem, mas sinto, principalmente por acreditar nas pessoas, nos homens, na vida, na minha idealização particular do que é felicidade, e casais, e famílias, e melhores amigos - que pode nem ser assim, como eu vejo, ou nem existir, mas eu acredito nisso e idealizo isso!!. Amo, pois acredito em mim e nas coisas que sinto e faço por e com amor. Isso é ingenuidade? Pode até ser! Acredito que sim, que sou ingênua quanto a isso, mas eu já aceitei que não vou mudar o mundo e, isso já foi uma barra....aceitar isso foi difícil....seria um sacrifício muito maior que eu deixasse de idealizar meu mundo particular, então....abracei a ingenuidade sem medo de ser feliz ao lado dela. Também acredito que não há forma mais pura de sentir-se amado e amar se não entregando-se a “experimentação” de amores que a vida nos proporciona. Digo isso, mas realmente não me entrego às experiências "amorosas" que me surgem, pura e simplesmente, porque não sei como dividir minhas idealizações sobre a vida e, percebo que quando tento dividir, elas não ecoam no ouvido do outro. Talvez o medo de que minhas idéias possam ser muito ingênuas e pouco importantes para outra pessoa, isso acabaria comigo. Isso faz com que sonhe muito mais sozinha do que acompanhada. Além disso, acabo sendo muito mais "razão", pouco "coração", dou risada demais e deixo pra lá....mais um alguém, mais um amigo e menos um "amor, esse é meu saldo, quase sempre!! Então, esse sentimento, que pode ser maravilhoso mas, também pode nos confundir, nos magoar, machucar profundamente, ainda assim, é com ele que aprendemos, mesmo que de vez em quando....quando nos permitimos vivê-lo - amar e deixar ser amado - só ele nos ensina a doçura ou a amargura de ter outro alguém!! É uma incógnita, ninguém sabe o que esse sentimento trará de resultados, mas sob minha óptica nunca é perdido, por mais que as pessoas desacreditem e sigam sempre pensando e esperando apenas as dores que podem surgir com um futuro “desamor”, acho que o aprendizado já vale a pena. Porque acima de tudo, devemos aprender a nos amar permitir amar nossa vida por completo, já que, não existe uma receita certa do que é o amor, ou de como é senti-lo, de como evitá-lo, de como deixá-lo florescer....apenas acontece!! Não escolhemos quem ou o que amamos, apenas sentimos. Infelizmente, muitas vezes esse sentimento que pode ser perfeito e duradouro, também nos torna cegos, faz amarmos quem não nos ama, faz com que acreditemos que é amor, mas na verdade não é, faz lembrarmos e também esquecermos de alguém com dor, nos faz perdoar o que seria impossível de ter perdão, engana o nosso próprio eu, mas de tudo isso sempre temos algo de novo - o aprendizado - e isso ninguém pode nos tirar. O que aprendemos no meio da dor, devemos carregar com vitória para toda a vida e, geralmente o que sempre nos dói, foi algo ou alguém por quem fizemos o amor evoluir no peito. Bom, depois dessas poucas palavras e minhas considerações sobre o que eu acho e penso sobre o amor (acreditem não caberia tudo aqui!!...rs), o que me resta é dizer que estou experimentando de forma especial esse sentimento, mas como disse não sei explicá-lo. É uma sensação inexplicável!! Só sei que sinto (e que as vezes até dói) e, cada dia que passa, sinto de forma mais presente e mais forte em meu peito, em minha alma, mesmo estando distante. É uma sensação realmente diferente......é “especial”......de tudo o que conheço e já havia sentido......VOCÊ simplesmente me faz bem!!.....

Eu escrevo sobre AMOR sem explicações e sem motivos explícitos talvez. Na verdade, sou ainda uma pessoa que se mostra descrente dos relacionamentos (não é!?...rs)...Uma "solteira convicta" e diga-se de passagem feliz, que vive na defensiva e acredita que namorados e maridos são contratos sociais, mas que já está adulta e madura o suficiente para saber que não pode mais se esconder atrás de uma mulher que na verdade não existe em seu interior, desprovida de "alguns" sonhos. É uma infelicidade a essa altura revelar algo assim? Não! Não é! Eu sempre fui isso tudo que escrevo, e muito do que falo, mas também sempre optei pela praticidade em minha vida e, ter uma vida prática, com um coração meio "mole", não dá muito certo; deixei o coração na geladeira um pouco e continuei vivendo, nada foi difícil ou impossível, tão pouco "falsificado". Eu apenas tenho um lado guardado, sonhos dobrados como roupas em uma caixa e desejos embrulhados para serem entregues em uma ocasião especial. Mas chega de ladainhas não é, antes que eu fique sentimental demais (rsrs) e aí vai perder a graça. Eu termino apenas reforçando que o GOSTO MUITO DE VOCÊ que as vezes sai.....pode sim ser, na verdade, um AMO VOCÊ.....que sai ingênuo, mascarado, com medo de "nos" assustar e tornar tudo o que foi vivido até aqui um tanto quanto perdido, pois infelizmente a vida nos ensina a não arriscar, a estar sempre um passo atrás, e a não dizer coisas precipitadas, mesmo que isso possa ser o que realmente estamos sentindo....

SAUDADES....Beijinhos....


Beijos!!
Boa Tarde!!

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Drummond e Veríssimo numa noite solitária!

Ai....ai....vamos lá....mais uma noite a sós....e isso é meio óbvio né....porque quando estou acompanhada não venho aqui escrever....tenho pessoas reais com quem conversar....não é nem tanto expor o que coloco aqui....mas apenas dialogar.....agora quando estou só....REFLITO!! Esses dias até "conversei com minha consciênca".....alguém aí fala com sua própria cabeça??? Bom...eu falo...e um montão!!! Não tenho vergonha de dizer que dialogo comigo mesma....com uma parte de mim que não se pronuncia....ou que se faz evidente de forma indireta.....Deve ser um alguém escondido atrás da minha orelha....(rsrs).....algo do tipo....uma Ju irracional quando sou racional demais....ou uma Ju racional quando sou irracional ao extremo....ou ainda....uma Ju sentimento quando a razão está imperando....ou uma Ju mais razão quando o coração está lá amolecendo por completo.....Todos temos essas multifacetas....alguns menos evidentes....outros mais.....mas todos temos.....e eu vivo conversando com esse outro alguém que faz essa regulagem no que está "quebrado" em mim.....minha consciência!!....E....sabe que esses dias passei horas conversando com essa minha amiga.....e até escrevi um texto....um texto enorme.....mas que estacionou no 'rascunho'....É....tah logo ali....bem ali atrás onde só eu que tenho a senha vou...e leio.....esperando o clique em publicação para mudar para o lado de cá.....mas....contudo....no entanto....porém.....acho que cheguei com esse texto num nível de complexidade dos meus sentimentos e dos diálogos comigo mesma.....que talvez seja necessário muita maturidade e compreensão para essa leitura.....quem pode fazer isso???....Por ora acho que só eu poderei mesmo ler.....mas quem sabe mais para frente.....Por hoje....minha inspiração me permite outros autores (que não eu....) e outros textos (que não os meus....)....mas que possuem um encanto tamanho para mim.....e escolhi dois.....'especialmente'.....

Conselho de um velho apaixonado
(Carlos Drummond de Andrade)

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer
seu coração parar de funcionar por alguns segundos,
preste atenção: pode ser a pessoa
mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento,
houver o mesmo brilho intenso entre eles,
fique alerta: pode ser a pessoa que você está
esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo
for apaixonante, e os olhos se encherem
d'água neste momento, perceba:
existe algo mágico entre vocês.

Se o 1º e o último pensamento do seu dia
for essa pessoa, se a vontade de ficar
juntos chegar a apertar o coração, agradeça:
Algo do céu te mandou
um presente divino : O AMOR.

Se um dia tiverem que pedir perdão um
ao outro por algum motivo e, em troca,
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos
e os gestos valerem mais que mil palavras,
entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.

Se por algum motivo você estiver triste,
se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa
sofrer o seu sofrimento, chorar as suas
lágrimas e enxugá-las com ternura, que
coisa maravilhosa: você poderá contar
com ela em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir, em pensamento, sentir
o cheiro da pessoa como
se ela estivesse ali do seu lado...

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda,
mesmo ela estando de pijamas velhos,
chinelos de dedo e cabelos emaranhados...

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo,
ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...

Se você não consegue imaginar, de maneira
nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...

Se você tiver a certeza que vai ver a outra
envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção
que vai continuar sendo louco por ela...

Se você preferir fechar os olhos, antes de ver
a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes
na vida poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.

Às vezes encontram e, por não prestarem atenção
nesses sinais, deixam o amor passar,
sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.

É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem
cego para a melhor coisa da vida: o AMOR !!!


A Pessoa Errada (Luis fernando Veríssimo)

Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar, é na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas.Mas nem sempre precisamos das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é para na hora que vocês se encontrarem a entrega seja muito mais verdadeira.A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lagrimas, essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma inesquecível noite de amor. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar toda a vida esperando você.A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo, porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo amando, sorrindo, chorando, pensando, agindo, querendo e conseguindo. Só assim, é possível chegar aquele momento do dia em que a gente diz: "Graças a Deus, deu tudo certo!", quando na verdade, tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada, Para que as coisas comecem a realmente funcionar direito prá gente.

Nossa missão: Compreender o universo de cada ser humano, respeitar as diferenças, brindar as descobertas, buscar a evolução.


EU ACHO SINCERAMENTE QUE SERIA BOM SEGUIR OS CONSELHOS DO "VELHINHO APAIXONADO" LÁ NO ALTO.....E TAMBÉM ACHO QUE...."VOCÊ É A PESSOA ERRADA MAIS IDEAL PARA MIM!!"
Bjinhos Especiais só para você!!

Beijos!!
Boa Noite!!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Um pequenino momento de Cássia....

Sinceramente, não estou inspirada para escrever, mas estou, como sempre ouvindo música e estudando meu espanhol...isso já faz umas três horas (to quase com o formato da minha cadeira!! rsrs). Dentre meu repertório musical de hoje selecionei ela que, sem sombra de dúvida fez diferença na nossa música e faz falta a seus fãs....
Cássia....

Ando por aí querendo te encontrar
Em cada esquina paro em cada olhar
Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar
Que o nosso amor pra sempre viva
Minha dádiva
Quero poder jurar que essa paixão jamais será
Palavras apenas
Palavras pequenas
Palavras ao vento.....


Meu mundo ficaria completo (com você)




Os meus olhos vidram ao te ver
São dois fãs, um par
Pus no olhos vidros pra poder
Melhor te enxergar
Luz nos olhos para anoitecer
É só você se afastar
Pinta os lábios para escrever
A tua boca em minha
Que a nossa música eu fiz agora
Lá fora a lua irradia a glória
E eu te chamo
Eu te peço vem
Diga que você me quer
Porque eu te quero também






O segundo sol



A música que mais me atrai em Cássia está no MP4 - Por Enquanto - mas, fora ela, não tenho tantas preferências, porque todas são muito bem vindas ao meu gosto ecleticamente musical e meus ouvidos sempre agradecem a presença dela no rádio....mas assim que tiver mais inspirada, vou completando esse texto com mais trechos de letras que me agradam....COMBINADO??

Deixo, hoje, beijinhos solitários..... : (

Beijos!!
Boa noite!!


terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

O que te dá prazer?

E a pergunta do dia é.....o que te dá prazer?

Já se perguntou isso? Bom, algumas pessoas vivem apenas para responder essa pergunta não é!? O tal “carpe diem” – vamos viver intensamente! – viver no limite da emoção, em busca do prazer total. Mas, o tom das palavras aqui parece delegar ao prazer a única função de fazer os homens viverem sempre no seu limite. Ou seja, seria preciso viver as coisas com extrema intensidade, nos níveis mais inimagináveis do limite humano para se alcançar o prazer. O prazer é, constantemente confundido com isso – esse estado máximo de tudo – mas não é! Pelo menos eu, na minha humilde experiência de vida, com um nível de, digamos emoção, consideravelmente razoável, não consigo enxergar o prazer apenas em coisas limítrofes. Por exemplo, o meu viver intensamente, não necessariamente está relacionado a esportes radicais, visto que sou uma professora de Educação Física e, talvez isso fosse meu ápice de prazer. Também não significa sair noites e noites sem fim para dançar, já que gosto de música, fui professora de dança e beberia com certeza muitos destilados nessa empreitada. Ou ainda, a busca, ou o sentido do prazer, não precisa me levar a ter um sem número de relacionamentos, já que sou solteira, para que chegue a mais um limite retalhado com relações infundadas, porém que de certo (como muitos dizem) seria um divertimento apenas...apenas isso e nada mais! É, não vejo muita lógica nesses tipos de sensações de prazer, mas isso, não significa que elas não existam, tão pouco significa que estejam erradas. O que se pode observar é que a busca do prazer é diferente, e muito diferente para cada um de nós. Também o encontro do prazer e com o prazer será diferente de um para o outro. Escrever para uns é um imenso prazer, ou ler, ou ainda falar, cantar, dar abraços, até a nicotina é considerada um prazer....e, prazer não necessariamente está ligado a coisas saudáveis, boas, alegres do ponto de vista mais comum. O prazer pode vir de relações e sensações estranhas entre pessoas e objetos (imaginem por favor, para que eu não tenha que dar exemplos – pode ser que algum aluno meu entre aqui, rsrs). Bom, mas uma coisa, e acho que essa conclusão todos já tiveram, é que o prazer de uma pessoa nunca está focado numa coisa só. Sempre sentimos prazer relacionado a várias outras coisas, a mais de uma, e as vezes muito diferentes entre si. E, elas não necessariamente irão nos fazer ser extremistas, chegar a limites intensos de emoção ou ainda nos causar algum mal, ou dor. E, refletindo um pouco sobre isso, EU, hoje, pois amanhã posso mudar de idéia, já que estou conhecendo o mundo ainda.....bom, EU, encontrei algumas coisas que me dão prazer e, talvez aquela coisinha que seja a principal entre todas. Aquela que pode me deixar mais feliz, mais satisfeita eu diria (já vou contar.....). Então, aí vão algumas sensações que eu escolhi e, que dão mais prazer a minha vida: a paz e o silêncio do meu quarto; o reencontro com esse espaço, após alguns dias fora; a salada (toda separada) que minha mãe faz para mim; viajar de carro para qualquer lugar - dirigir; ler (hábito bom!); escrever (sensação maravilhosa de liberdade com as palavras); criar os modelos das minhas roupas; martine com cereja; correr, nadar e andar de bicicleta (mas nunca serei tri-atleta, tão pouco vou competir com o Diego em algumas dessas modalidades – como eu disse a ele – porque eu vou perder!!); desatenção (eu advirto: se desligar melhora a qualidade de vida! rsrs); fuçar – sinônimo de vasculhar de tudo em todo tipo de lugar (isso é demais!); trabalhar no que gosto (mas isso não significa que trabalho 1000% todo dia, mas que tentarei dar o melhor de mim todos os dias); ouvir música; e.....e.....nossa.....a minha vida é praticamente prazer....porque eu não desejo fazer essas coisas, eu faço!! Ah, mas faltou a coisinha mais importante, aquela que é o auge do prazer....simples e nem vou enrolar.....ATENÇÃO. Eu gosto e, por dar talvez precise.....de atenção.....Se eu tenho? Sim, e como!!....Tenho pessoas que me amam que me dão muita atenção, mas esse é o meu limite....meu carpe diem....É até engraçado, mas é exatamente isso que me movimenta. Ter as pessoas ao meu redor, poder dar atenção a elas e receber em troca. Um telefonema para dizer nada, apenas para saber se a pessoa está do outro lado da linha. Uma mensagem, um e-mail, um lembrete colado na geladeira.....como isso é bom! Claro que falho, assim como falham comigo nesse quesito, mas ainda é o que me deixa mais feliz, mais completa, lembrar de alguém com carinho e, ser lembrada também com muito carinho (bem que a Josy podia ler esse texto....impossível!! rsrs). Mas, em resumo, coisas simples, determinação, carinho e atenção.....é a MINHA receita de prazer, de mais ninguém, a MINHA. Claro que alguém possa se deparar aqui com gostos parecidos, mas nunca iguais, porque eu não sou igual, você não é igual, ninguém é igual a ninguém....somos únicos, ímpares....cada um com seus prazeres próprios.....Então essa é a minha pequena “lista de prazeres Ju 2010”, ou “lista de prazeres de HOJE da Ju”, como queiram. E, você, já pensou no que te dá prazer?




Beijos com muito prazer a todos!!
Buenas Noches!! (dá-lhe espanhol....rsrs)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...